Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Você está aqui: Últimas Notícias > No Ceará, mais de 11,5 mil pessoas receberam novas moradias em 2019
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

No Ceará, mais de 11,5 mil pessoas receberam novas moradias em 2019

  • Publicado: Segunda, 04 de Novembro de 2019, 17h50
  • Última atualização em Segunda, 04 de Novembro de 2019, 18h06

Só neste ano já foi investido R$ 1 bilhão no estado a partir de ações do MDR em diversas áreas, como habitação, segurança hídrica e mobilidade urbana

04 11 Empreendimento Habitação FortalezaBrasília, 4/11/19 – O ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, entregou 1.760 unidades habitacionais no Residencial Luiz Gonzaga, em Fortaleza (CE), no último sábado (2). O empreendimento é o primeiro do Programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV) – na modalidade Entidades – inaugurado no estado. Desde janeiro, no Ceará, foram entregues 2.893 casas e apartamentos que atendem a mais de 11,5 mil pessoas. Outras 5.087 moradias foram contratadas em 2019, com investimentos que somam R$ 648,1 milhões.

De acordo com Canuto, o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) possui R$ 19,3 bilhões em projetos selecionados ou em execução no estado. “Só este ano, no governo do presidente Jair Bolsonaro, já foi repassado R$ 1 bilhão”, comentou. Além das ações na área de habitação, a Pasta investe em outras importantes iniciativas para o desenvolvimento regional no Ceará, como segurança hídrica e mobilidade urbana. As obras do Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco, por exemplo, receberam R$ 257,2 milhões em investimentos em 2019. A partir do empreendimento, as águas do ‘Velho Chico’ chegarão ao estado e atenderão cerca de 4,5 milhões de pessoas na Região Metropolitana de Fortaleza.

No setor de mobilidade, Gustavo Canuto destacou o projeto do metrô de Fortaleza, que beneficiará 150 mil passageiros por dia. Durante a agenda no Ceará, ele aproveitou para vistoriar o canteiro de obras da Linha Leste, no centro da cidade, ao lado do governador Camilo Santana. A partir desse local, serão escavados 7,3 km de túneis subterrâneos.

Segundo o ministro, a obra tem um investimento de aproximadamente R$ 2 bilhões. Desse montante, R$ 670 milhões são de recursos do Orçamento Geral da União (OGU). Outro R$ 1 bilhão provém de financiamentos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e R$ 186 milhões do Estado.

“Esse é o futuro da mobilidade; é o que a gente precisa para os grandes centros urbanos. A capital Fortaleza tem um fluxo de passageiros muito grande, e o metrô vai reduzir consideravelmente o tempo de viagem das pessoas e, principalmente, dos trabalhadores, trazendo mais produtividade e gerando riquezas, emprego e renda para cidade e para a região”, afirmou o ministro durante a vistoria.

Novas moradias

Entregues no último sábado (2), as unidades habitacionais do Residencial Luiz Gonzaga possuem 47,8 m² e estão avaliadas em R$ 74,4 mil. A infraestrutura do conjunto conta centro social, quadra poliesportiva, pista de skate, mini campo de futebol, reservatório de água, iluminação pública, estação de tratamento de esgoto, pavimentação, redes de água, esgoto e energia elétrica, além de urbanização.

Ao todo, os investimentos do Governo Federal no empreendimento foram de R$ 110,8 milhões. As residências integram a Faixa 1 do Programa Minha Casa Minha Vida, voltada para famílias de baixa renda. A cerimônia de entrega das chaves aos moradores contou com a presença do governador Camilo Santana, além de parlamentares e representantes das entidades.

registrado em:
Fim do conteúdo da página