Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Você está aqui:
Início do conteúdo da página

Ramal do Agreste

Publicado: Quarta, 20 de Novembro de 2019, 16h06

ramal do agreste

Integrado ao Eixo Leste do Projeto de Integração do Rio São Francisco, o sistema adutor Ramal do Agreste irá beneficiar uma população de mais de 2,2 milhões de habitantes de 71 cidades de Pernambuco, garantindo melhor oferta hídrica e promovendo o desenvolvimento do Agreste Pernambucano.

O Ramal do Agreste é uma obra do Governo Federal, executada pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) e conta com investimentos na ordem de R$ 1,6 bilhão. O empreendimento de infraestrutura hídrica captará água na barragem Barro Branco, em Sertânia (PE), com desague no reservatório Ipojuca, em Arcoverde (PE).

O Ramal será interligado à Adutora do Agreste Pernambucano - sob a responsabilidade do governo do estado - mas que conta com apoio financeiro da União. Juntos, os dois empreendimentos garantirão o abastecimento regular da região com as águas do Velho Chico.

 

ESTRUTURAS 

O Ramal do Agreste tem 70.8 km de extensão. Suas estruturas são compostas por dois Reservatórios, Negros e Ipojuca; cinco aquedutos-sifões que perfazem 3,2km; uma estação elevatória que elevará as águas em 219 m; seis túneis somando 16 km de extensão; uma adutora com 7 km e 42 km de canal revestido em concreto.

estruturas ramal do agreste


PROGRAMAS AMBIENTAIS DO RAMAL DO AGRESTE

O empreendimento conta com 17 Programas Ambientais sendo executados paralelamente à sua construção. Estes Programas foram recomendados a partir do Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e do Relatório de Impacto Ambiental (RIMA) e visam compensar os impactos gerados durante a fase de implantação do Ramal do Agreste. Todos os Programas são monitorados pela Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) do Estado de Pernambuco, que é órgão licenciador do empreendimento. Os Programas Ambientais estão classificados em três grupos:

- Programas de Gestão e Apoio às Obras

- Programas Socioeconômicos

- Programas de Controle e Monitoramento

 

PROGRAMAS DE GESTÃO E APOIO ÀS OBRAS

Plano de Gestão e Supervisão 04 - Programa Ambiental para a Construção – PAC

Programa de Treinamento e Capacitação de Técnicos da Obra em Questões Ambientais

Programa de Prospecção, Identificação, Monitoramento e Salvamento de Bens Arqueológicos e de Educação Patrimonial

Programa de Recuperação de Áreas Degradadas

Programa de Supressão de Vegetação das Áreas de Obra e Limpeza dos Reservatórios

 

PROGRAMAS SOCIOECONÔMICOS

Programa de Comunicação Social

Programa de Educação Ambiental

Programa de Indenização de Terras e Benfeitorias

Programa de Reassentamento de Famílias

Programa de Compensação Ambiental

Programa de Uso e Conservação do Entorno e das Águas dos Reservatórios

 

PROGRAMAS DE CONTROLE E MONITORAMENTO 

Programa de Monitoramento de Vetores e Hospedeiros de Doenças

Programa de Controle da Saúde Pública

Programa de Monitoramento da Ictiofauna

Programa de Monitoramento da Qualidade da Água e Limnologia

Programa de Conservação da Fauna e da Flora

 programas ambientais

CENTRO DE ATENDIMENTO AO PÚBLICO DO RAMAL DO AGRESTE (CAPRA)

Como parte integrante do Programa de Comunicação Social, o Centro de Atendimento ao Público do Ramal do Agreste – CAPRA, localizado no município de Arcoverde – PE, promove a interatividade do público interessado com o empreendimento e, ainda, oportuniza aos visitantes um maior aprofundamento em relação às informações do Trecho VII do PISF, bem como acesso a temáticas relacionadas ao empreendimento, como o processo construtivo e suas inter-relações socioambientais.

Confira abaixo, o avanço de novembro das obras do Ramal do Agreste:

 

Acesse as Fotos do Ramal do Agreste.

 

Acesse aqui outros vídeos do Ramal do Agreste.

Fim do conteúdo da página