Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Você está aqui: Últimas Notícias > Projeto São Francisco começa a operar no próximo ano
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Projeto São Francisco começa a operar no próximo ano

  • Publicado: Terça, 11 de Janeiro de 2011, 18h47
  • Última atualização em Terça, 19 de Março de 2019, 15h48

Brasília - O Eixo Leste do Projeto de Integração do Rio São Francisco com as Bacias Hidrográficas do Nordeste Setentrional deverá iniciar suas operações já em 2012, segundo declarações do Ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, feitas durante visita ao Escritório Regional de Gerenciamento e Apoio Técnico do Projeto em Salgueiro (PE), nesta segunda-feira (10/01). As obras estão com mais de 80% de avanço e têm conclusão prevista para o primeiro semestre de 2012. A entrada em operação ocorreria até seis meses depois.

O Ministro esteve reunido por quase duas horas com técnicos e coordenadores de campo que fazem o acompanhamento das obras, ouviu explicações sobre o seu andamento e informou que a manutenção do ritmo de implantação do Projeto São Francisco é prioridade absoluta do governo Dilma Rousseff.

O Eixo Leste, com captação no lago da Barragem de Itaparica, no município de Floresta (PE), percorrerá 220 km até o Rio Paraíba (PB) após ter parte da vazão transferida para as Bacias dos Rios Pajeú e Moxotó, e para a região do agreste de Pernambuco.

O Eixo Norte, com 426 km, tem conclusão prevista para 2012 e início das operações no ano seguinte. Atualmente está com avanço de 52%. A captação será diretamente no Rio São Francisco, próximo à cidade de Cabrobó, também em Pernambuco. A água do canal irrigará as Bacias dos rios Salgados e Jaguaribe, no Ceará; Apodi, no rio Grande do Norte; e Piranhas-Açu, na Paraíba e Rio Grande do Norte.

Na visita a um trecho das obras que passa por Salgueiro o Ministro Fernando Bezerra teve a companhia do governador de Pernambuco, Eduardo Campos. Eles foram ao canteiro do lote 03, a 10 km do centro da cidade, e ao ponto em que ocorrerá o cruzamento do canal com a Ferrovia Transnordestina, outra obra com participação do Ministério da Integração Nacional e também priorizada pelo governo.

A fábrica de dormentes para o assentamento dos trilhos, que também recebeu a visita das duas autoridades, está operando com capacidade máxima para produzir os 2,8 milhões de peças que serão utilizadas nos seus 1.400 km de extensão. A Transnordestina tem previsão de conclusão para 2012.

"Manter dentro do cronograma estas duas obras de fundamental importância para o desenvolvimento do Nordeste e do Brasil é um compromisso da Presidenta Dilma Rousseff que nós temos a obrigação de fazer cumprir", afirmou o Ministro Fernando Bezerra ao final de sua primeira viagem oficial a Pernambuco depois de assumir o cargo.

registrado em:
Fim do conteúdo da página