Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Você está aqui: Últimas Notícias > Defesa Civil Nacional reconhece situação de emergência em 37 municípios brasileiros
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Defesa Civil Nacional reconhece situação de emergência em 37 municípios brasileiros

  • Publicado: Sexta, 22 de Novembro de 2019, 19h39
  • Última atualização em Sexta, 22 de Novembro de 2019, 19h39

Cidades do Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Minas Gerais, Paraná, Piauí, Rio de Janeiro e Sergipe foram atingidas por seca, estiagem, tempestades de granizo e vendavais

Brasília-DF, 22/11/2019 – O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) reconheceu, nesta sexta-feira (22), situação de emergência em 37 municípios do Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro e Sergipe. Com a medida, as localidades poderão ter acesso a recursos federais para ações de socorro, assistência e restabelecimento de serviços essenciais. As Portarias que tratam do tema foram publicadas no Diário Oficial da União.

No Ceará, 21 cidades tiveram reconhecimento de emergência por conta da estiagem: Aiuaba, Arneiroz, Boa Viagem, Campos Sales, Cariús, Catarina, Catunda, Deputado Irapuan Pinheiro, Jaguaretama, Lavras da Mangabeira, Milhã, Mombaça, Monsenhor Tabosa, Pedra Branca, Pereiro, Piquet Carneiro, Saboneiro, Salitre, Solonópole, Tarrafas e Umirim. Também enfrentam a mesma situação Campinas do Piauí (PI), Coronel José Dias (PI) e Montalvânia (MG).

Os municípios baianos de Anagé, Casa Nova, João Dourado, Matina e Riacho de Santana registram estiagem. A mesma condição acomete Colatina (ES), Miracema (RJ), Moreilândia (PE), Resplendor (MG) e Porto da Folha (SE).

Já Nova Iguaçu (RJ) e Quitandinha (PR) registraram tempestades de granizo. Por fim, Manacapuru (AM) foi afetada por vendavais.

O apoio emergencial por meio da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), do MDR, é complementar à atuação dos governos estaduais e municipais. O auxílio pode ser solicitado sempre que necessário – inclusive em situações recorrentes, como é o caso de desastres ocasionados por seca ou chuvas intensas.

Acesse:
Portaria nº 2.720
Portaria nº 2.721

registrado em:
Fim do conteúdo da página