Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Você está aqui: Saneamento > ProEESA > Medidas tipo de eficiência energética
Início do conteúdo da página

Modelo demonstrativo em eficiência energética no abastecimento de água

Publicado: Terça, 11 de Outubro de 2016, 11h58 | Acessos: 960

Com o intuito de estimular medidas de eficiência energética e demonstrar sua viabilidade na prática, o ProEESA concebeu um modelo. Este é representando numa maquete física e virtual de um sistema típico de abastecimento de água, constituído pelos seus elementos característicos, onde várias ações de eficiência energética são consideradas, estimando-se  as respectivas economias de potência (kW) e consumo de energia (kWh). O modelo apresenta uma estimativa de investimento, payback simples para cada ação e para todas em conjunto.

O modelo foi estimado a partir de uma cidade de 75.000 habitantes, no ano de 2016, cujas instalações foram projetadas e construídas há 40 anos e não receberam nenhuma ampliação ou adaptação. Ou seja, o sistema está funcionando acima de sua capacidade nominal e com alto nível de degradação das estruturas instaladas para atender a demanda.

O sistema é constituído de uma captação em balsa em manancial de superfície, tubulação de recalque, estação de tratamento de água convencional, estação elevatória de água tratada, uma adutora de água tratada, reservatório apoiado de distribuição e uma rede de distribuição de água.

Por estar além de sua capacidade nominal, o sistema opera 24 horas por dia, inclusive em horário de ponta para atender a uma demanda equivalente a 125% da máxima projetada.

Intervenções infra estruturais com impacto na de eficiência energética

As intervenções de eficiência energética envolvem todas as unidades do sistema de abastecimento, desde a captação até a distribuição:

Rede de Distribuição

Objetivo: Redução de perdas reais e aparentes

  • Implantação de válvulas redutoras de pressão;
  • Substituição da rede de distribuição;
  • Implantação de micromedidores em todas unidades consumidoras;
  • Substituição de hidrômetros antigos.

Reservatório Apoiado

Objetivo: Eliminação bombeamento horário de ponta

  • Ampliação do volume de reservação.

Adutora de água tratada e água bruta

Objetivo: Redução da energia necessária para recalque de água

  • Substituição com aumento do diâmetro das adutoras

Elevatória de água tratada e água bruta

Objetivo: Redução do consumo energético

  • Substituição das motobombas instaladas por conjuntos de maior eficiência com adequação da potência ao novo sistema instalado.

Elevatória de água tratada

Objetivo: Redução do consumo energético

  • Substituição das motobombas instaladas por conjuntos de maior eficiência com adequação da potência ao novo sistema instalado.

A economia global decorrente dessas ações é de 3,8GWh/ano de energia e de 626kW de demanda. As emissões equivalentes evitadas durante a vida útil das ações (20 anos) são de 6.240TCO2eq

 

Energia Global Economizada (MWh/ano)        Demanda Global Economizada (kW)
Total Ponta Fora de ponta Total Ponta Fora de ponta
3.805 645 1.991 626 442 626

 

Unidade    Indicador Antes Depois
EEAB Eficiência (%)  50,40  81,70
Consumo Específico (kWh/m³)        0,17  0,09
EEAT Eficiência (%)  50,40  81,70
Consumo Específico (kWh/m³)  1,00  0,32

 

Investimento Custo Evitado Payback
 R$ 25,6 milhões   R$ 3,5 milhões/ano   7,3 anos

 

Mais informações podem ser obtidas no Factsheet do modelo clicando aqui.

Fim do conteúdo da página