Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Você está aqui: Saneamento > Probiogás > Biblioteca Virtual: Publicações do projeto e do setor > Publicações do PROBIOGÁS
Início do conteúdo da página

Publicações do PROBIOGÁS

Publicado: Quinta, 23 de Julho de 2015, 14h30

A Coletânea de Publicações do PROBIOGÁS é uma relevante contribuição governamental aos profissionais brasileiros que atuam em diferentes setores da infraestrutura, energia renovável, inovação tecnológica e, em especial, no setor de saneamento.
Esta coletânea é composta por cadernos técnicos que tratam do biogás como tema central. A coletânea é dividida em quatro séries, cada uma agrupando um conjunto de publicações que contribuem para uma determinada área do conhecimento e/ou de atuação no tema.

 

coletanea p1  coletanea p2 
folhetoprobiogas  

 

Séries:
1. Biogás:
A primeira série é intitulada Desenvolvimento do Mercado de Biogás, abreviada como BIOGÁS, composta por publicações que tratam de aspectos tecnológicos da geração e utilização do biogás, do processo de licenciamento ambiental de plantas e instalações, da comercialização de co-produtos de plantas de biogás, entre outros tópicos pertinentes à estruturação da cadeia produtiva e à consolidação de um mercado nacional.

 

!- -->
 conceitos licenciamento ambiental

Conceitos para o Licenciamento Ambiental de Usinas de Biogás

Este estudo, elaborado por especialistas nas áreas de biogás e saneamento,
em conjunto com especialistas de diferentes órgãos ambientais do Brasil,
visa compilar aspectos da digestão anaeróbia, além de conceitos e critérios
técnicos dos diferentes projetos de usinas de biogás.
Com a publicação deste estudo, tem-se como objetivo informar tecnicamente
profissionais atuantes nos processos de licenciamento, sobre tecnologias
que apresentam tendência de crescimento no país, em importância
e número de usinas.
probiogas catalogo

Catálogo de tecnologias e empresas de biogás

Apresenta uma gama de tecnologias de biogás reconhecidas internacionalmente, bem como empresas fornecedoras de tais tecnologias, buscando fornecer uma perspectiva do estado da arte, com o intuito de apoiar o estabelecimento de um mercado de biogás no Brasil.

O conteúdo é abrangente e contempla: as tecnologias para a produção de biogás, tanto de efluentes líquidos quanto de resíduos sólidos; as tecnologias para o uso energético do biogás, abrangendo energia térmica, energia elétrica e substituição do gás natural; além de informações sobre o controle e automação de plantas.

Anexo - Lista de Empresas do Catálogo

probiogas tecnologias biogas
 

Tecnologias de digestão anaeróbia com relevância para o Brasil: substratos, digestores e uso de biogás

A primeira parte descreve os substratos com alto potencial para a pro­dução de biogás e as condições para sua utilização, e são diferenciados em quatro grupos: resíduos da ag­ropecuária; resíduos da indústria de alimentos; resíduos sólidos urbanos; esgotos e lodos sanitários.

A segunda parte descreve, para cada classe de substratos, as tecnolo­gias de digestão anaeróbia mais comuns, suas participações no mercado e a previsão de sua relevância em condições brasileiras.

A terceira parte descreve as tecnologias empregadas no tratamento e no uso energético do biogás. Foram seleciona­das as tecnologias mais disseminadas e maduras, levando-se em conta as condições necessárias para sua aplicação.

probiogas tecnologias biogas

Biometano como combustível veicular

O biometano é um gás com característica energética equivalente ao gás natural, porém é obtido a partir de fontes renováveis, sendo proveniente da purificação do biogás. O presente estudo descreve experiências no uso do biometano como combustível veicular. São expostas tanto as soluções técnicas quanto as questões da segurança na operação, a rentabilidade, as condições normativas e de incentivos.

probiogas tecnologias biogas

Barreiras e propostas de soluções para o mercado de biogás no Brasil

O potencial de produção de biogás do Brasil é comprovadamente elevado e vem sendo estudado e discutido. Esse gás é proveniente da biodigestão da matéria orgânica, como resíduos e efluentes, e pode ser utilizado para geração de energia elétrica, térmica ou para produção de biometano.

Neste contexto a publicação tem como objetivo explicitar as principais barreiras (tecnológicas, econômicas, legais, de conhecimento, etc) ao desenvolvimento do uso do biogás no país, visando apresentar propostas de soluções para a superação das mesmas, a partir de ampla pesquisa e discussão com diversos representantes dos setores envolvidos.

qsms

Capacitação em QSMS na Operação de ETEs com Aproveitamento Energético de Biogás

Trata-se  de material elaborado para um curso de ensino à distância (EaD) sobre qualidade, saúde, meio ambiente e segurança (QSMS) na operação de estações de tratamento e esgoto (ETEs), com aproveitamento energético de biogás, ministrado a um grupo fechado de docentes da rede federal de ensino. A fim de disseminar o conhecimento sobre esse tema tão relevante para a operação de usinas de biogás em ETEs, as apostilas, bem como os exercícios de memorização de cada módulo e a avaliação final foram compilados nessa publicação. O material se encontra disponível tanto para a leitura pelos interessados como para a formatação de novos cursos EaD nesse tema.

orientacoesimportacoesbiogas

Orientações para a Importação de Equipamentos de Biogás

A importação de produtos e equipamentos no Brasil é um processo trabalhoso, que exige a atuação de especialistas para que a mercadoria seja adquirida. Quando se busca importar equipamentos novos, sem similares no país, como é o caso dos equipamentos para produção e aproveitamento energético do biogás, alguns impostos podem ser reduzidos e justificativas devem ser apresentadas. Esse estudo, elaborado por especialista da área de importação juntamente com especialista da área de biogás, visa esclarecer esse processo e facilitar a aquisição de equipamentos da cadeia de biogás.

 

2. RSU – Resíduos Sólidos Urbanos
A segunda série aborda a utilização energética do biogás gerado a partir da fração orgânica dos resíduos sólidos urbanos, questão extremamente atual no contexto técnico e institucional do saneamento ambiental brasileiro. Denominada Aproveitamento Energético do Biogás de Resíduos Sólidos Urbanos e abreviada simplesmente como RSU, esta série abordará, entre outros tópicos, a metodologia e tecnologia da metanização seca e estudos de viabilidade técnica e econômica.

 

rsu viabilidade 

Viabilidade Econômica de Projetos de Valorização Integrada de Resíduos Sólidos Urbanos com Produção de Biogás

Este estudo tem como objetivo analisar a viabilidade econômica da implantação de projetos de valorização integrada de RSU, que empreguem sistemas de TMB, com base em balanço entre custos (de capital e operacional) e receitas provenientes desta tipologia de empreendimento. Em razão da grande variedade de tipo de materiais que se pretende tratar, faz-se uma análise comparativa de diferentes tecnologias e diferentes níveis de complexidade. O estudo demonstra que cada etapa de implementação das tecnologias exige investimentos e condições específicas de mercado e que devem ser consideradas. Através dessa análise, espera-se contribuir com informações que forneçam subsídios para a compreensão dos fatores críticos determinantes para a viabilidade técnica e econômica das usinas TMB.

probiogas metanizacao rsu

O estado da arte da tecnologia de metanização seca

Apresenta o panorama tecnológico aplicado à metanização seca da fração orgânica dos resíduos sólidos urbanos, através da compilação de informações, conhecimentos e referenciais legais e tecnológicos.

As prin­cipais configurações técnicas e operacionais dos sistemas são discutidas, além de serem descritas as principais tecnologias secas comerciais, bem como as tecnologias de meta­nização em túneis

 

 

3. ETE – Estações de Tratamento de Esgoto
A terceira série é chamada Aproveitamento Energético de Biogás em Estações de Tratamento de Esgoto, simbolizada pela sigla ETE, composta por publicações que tratam de aspectos técnicos, desde o projeto à operação, de estudos de viabilidade técnica e econômica, e de orientações para a licitação de sistemas de tratamento que contemplem o biogás.

 

 geracao distribuida

Guia Técnico sobre Geração Distribuída de Energia Elétrica

O presente guia visa apresentar a geração distribuída de energia elétrica a partir de estações de tratamento de esgotos como uma oportunidade de redução de custos operacionais, promoção de eficiência energética e mitigação das emissões de gases de efeito estufa. Portanto, este material tem por finalidade disponibilizar informações que orientem a implantação de usinas de micro e mini geração de energia elétrica a partir do biogás produzido em ETEs, de acordo com os requisitos preconizados pelas Resoluções Normativas da ANEEL nºs 482/2012 e 687/2015. Por fim, apresenta  estudo de caso da primeira ETE a se conectar ao sistema de compensação de energia e discorre sobre as etapas dessa formalização.

 licitacao biogas recomendacoes

Recomendações para a licitação de uma usina de biogás em ETE

O presente trabalho foi desenvolvido com o objetivo de apresentar recomendações e exemplos de especificações técnicas que devem ser consideradas na elaboração de projetos de aproveitamento energético de biogás em ETEs. Tais recomendações consideram as dificuldades enfrentadas pelos órgãos licitantes durante os processos licitatórios, para o caso de obras públicas, de forma que sejam evitadas situações que comprometam o andamento dos certames e, consequentemente, o início e o andamento das obras.

viabilidade tecnico economica

Viabilidade Técnico-Econômica

O objetivo deste trabalho é analisar, do ponto de vista técnico-econômico, a viabilidade do uso do biogás gerado em Estações de Tratamento de Esgotos (ETEs), para fins de produção de energia elétrica, servindo como orientação para o setor de saneamento e contribuindo tanto com o avanço tecnológico quanto com a busca pela eficiência energética na prestação desse serviço.

probiogas guia etes Guia técnico de aproveitamento energético de biogás em estações de tratamento de esgoto

Tem por objetivo fornecer recomendações para a concepção e o projeto de instalações de biogás em ETEs, visando sanar uma lacuna de orientação técnica no Brasil.

A publicação foi elaborada por um Grupo de Trabalho formado por especialistas (acadêmicos, consultores e operadores), a partir da discussão sobre as recomendações contidas em normas alemãs selecionadas e traduzidas.

O conteúdo abrange desde a caracterização do biogás, passando pelo armazenamento e tratamento do mesmo, até sua utilização energética nas ETEs, além das questões de segurança operacional pertinentes.

medicoesbiogasemreatores

Resultados do Projeto de Medições de Biogás em Reatores Anaeróbios

Tem por finalidade apresentar os resultados do monitoramento e da medição de biogás em dez reatores anaeróbios em diferentes regiões do Brasil. A pesquisa em escala real discute o verdadeiro potencial combustível desses reatores e formas para maximizar a sua produção. Os resultados apresentados servem como referência para uma melhor análise da viabilidade do uso energético do biogás produzido.

recomendacoes Recomendações Para a Licitação de Uma Usina de Biogás em ETE e Exemplos de Especificações Técnicas
relatorio tecnico 4o workshop

Relatório Técnico – Workshop sobre Aproveitamento do Biogás em ETEs

O Workshop discutiu os avanços do setor de saneamento ligados aos temas biogás e energia em ETEs. O evento foi estruturado de maneira a enfatizar as discussões técnicas, ou seja, cada painel contou com contribuições de especialistas e, posteriormente, com debates moderados envolvendo a plenária.

4. RA - Resíduos Agrosilvopastoris
Finalmente, a quarta série abordará a utilização do biogás oriundo dos resíduos das atividades agrícolas, pecuárias e da agroindústria, que possuem um elevado potencial de aproveitamento no país. Intitulada Aproveitamento Energético do Biogás de Resíduos Agrosilvopastoris, abreviada simplesmente como RA, as publicações versarão sobre os resíduos da suinocultura, comercialização de biofertilizante, entre outros tópicos.

probiogas guia etes  

Anteprojeto de uma usina de pesquisa e capacitação em biogás

Esta publicação trata do desenvolvimento conceitual do projeto de uma usina modelo de pesquisa e capacitação em biogás no Brasil, que será direcionada para pesquisa e desenvolvimento de geração energética com a utilização de substratos típicos, provenientes de sistemas de cultivo, manejo e/ou de processos característicos da região de Concórdia/SC. O escopo deste anteprojeto contempla o estudo de viabilidade técnica, plano de negócios e financeiro, incluindo custos de operação e manutenção, descritivo do projeto e layout.

comercializacao subprodutos

Comercialização de subprodutos de uma planta de biogás

Esta publicação é dividida em duas partes:

Parte 1: Comercialização de fertilizantes - A suinocultura, a avicultura, os frigoríficos e as indústrias de processamento de alimentos geram grandes quantidades de resíduos orgânicos, os quais podem ser aproveitados como substratos em uma usina para produção de biogás e consequente geração de energia elétrica, energia térmica, biometano e biofertilizante. Após o processo de fermentação dos substratos, o disgestato normalmente é submetido a um processo de separação, resultando em uma porção de fertilizante líquido e outra de fertilizante sólido. No município de Concórdia, oeste do estado de Santa Catarina, foi realizado um estudo considerando os resíduos orgânicos acima citados como substratos para uma usina de biogás local. Esta publicação faz uma abordagem da produção, comercialização e aproveitamento do fertilizante líquido e do fertilizante sólido, incluindo aspectos mercadológicos.

Parte 2: Comercialização de CO2 - No Brasil existe uma demanda considerável de gás carbônico (CO2) para diferentes aplicações como, por exemplo, em indústrias alimentícias, siderúrgicas, hospitais, etc. Atualmente as principais fontes de CO2 são de combustão de produtos derivados de petróleo. Com o aumento da produção e consumo de produtos que necessitam desse gás, aumenta-se a sua demanda e fontes alternativas para obtenção de gás se fazem necessárias. Os resíduos orgânicos provindos da suinocultura, avicultura, frigoríficos e indústrias de processamento de alimentos da região sul do Brasil, que representa a maior produção de suínos e aves do país, podem ser utilizados como uma fonte alternativa para obtenção de CO2. Dessa forma, este trabalho aborda o CO2 derivado de uma usina de biogás, que pode ser valorizado e inserido no mercado, considerando-se as possibilidades de utilização e a demanda existente no Brasil.

avaliacao opcoes

Avaliação de opções para o tratamento de efluentes da produção de biogás
A geração de resíduos provindos da suinocultura, da avicultura, de frigoríficos e indústrias de processamento de alimentos na região oeste de SC, em específico no município de Concórdia, torna-se cada vez mais um grande problema ambiental. O resíduo da suinocultura o qual está presente em grande quantidade na região, é utilizado como fertilizante, mas na maioria dos casos de forma incorreta, com excessos que acabam saturando o solo, poluindo a água e o ar. Diante desse fato, buscam-se alternativas para o tratamento destes resíduos e uma opção sustentável que inclui a geração de fontes de energias (biogás, energia elétrica e térmica, biometano e biofertilizante) é uma Usina de Biogás de alta eficiência, com capacidade para absorver grande parte destes resíduos dando-lhes um tratamento adequado.

Fim do conteúdo da página