Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Você está aqui: Mobilidade e Serviços Urbanos > Iniciativas
Início do conteúdo da página

Iniciativas

Adaptação à Mudança do Clima na Mobilidade Urbana

Com o apoio da Embaixada Britânica, e tendo como agência implementadora o Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento (ITDP Brasil), o projeto de “Adaptação na Mobilidade Urbana” visa desenvolver conteúdos que possam subsidiar a revisão do Plano Setorial de Mobilidade Urbana para Mitigação e Adaptação à Mudança do Clima (PSTM), publicado em junho/2013, relacionados à abordagem da adaptação e resiliência.

A realização deste projeto representa um desdobramento da estratégia setorial de mobilidade urbana que consta no Plano Nacional de Adaptação à Mudança do Clima (PNA), tendo como resultados:

Estudo Técnico – Adaptação às Mudanças Climáticas na Mobilidade Urbana;

Oficina Técnica com especialistas - Mapeamento de Vulnerabilidades e Potenciais Medidas de Adaptação na Mobilidade Urbana;

Cenários Climáticos – projeção de indicadores climáticos afetos à mobilidade urbana para os horizontes de 2040 e 2070.

Projeto Eficiência Energética na Mobilidade Urbana

O projeto “Eficiência Energética na Mobilidade Urbana” está sendo desenvolvido no âmbito do Acordo de Cooperação Técnica Brasil-Alemanha, em parceria com a GIZ (agência de implementação da cooperação alemã para o desenvolvimento).

Seu objetivo é aprimorar condições institucionais e técnicas no setor de mobilidade urbana no país que possibilitem o aumento da eficiência energética. Além de favorecer a redução de emissões de gases de efeito estufa (GEE) através de ações da gestão da mobilidade urbana, sob as abordagens de transferência modal e otimização das viagens existentes. Neste sentido, o projeto contribui para a efetivação da Política Nacional de Mobilidade Urbana (Lei nº 12.587 de 2012) e possui forte correlação com a Política Nacional sobre a Mudança do Clima(Lei nº 12.187 de 2009).

Programa Mobilidade Urbana de Baixo Carbono para Grandes Cidades

O Programa “Mobilidade Urbana de Baixo Carbono em Grandes Cidades“ é resultado do compromisso assumido no âmbito do Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF), na forma de um convênio, tendo o antigo Ministério das Cidades como beneficiário, o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) como agência implementadora, e o Instituto de Energia e Meio Ambiente (IEMA) como órgão executor.

Seu objetivo principal é o desenvolvimento de ferramentas técnicas e conhecimento para o planejamento e implantação de projetos e ações de mobilidade urbana sustentável, incorporando, dentre demais aspectos, a potencial redução de gases de efeito estufa (GEE) associada à mobilidade nas grandes cidades brasileiras. O intuito é contribuir para a efetivação da Política Nacional sobre a Mudança do Clima(Lei nº 12.187 de 2009), bem como da Política Nacional de Mobilidade Urbana (Lei nº 12.587 de 2012).

SIMU – Sistema de Informações da Mobilidade Urbana

Está em desenvolvimento o Sistema de Informações da Mobilidade Urbana - SIMU. Este projeto visa à coleta de dados sobre mobilidade urbana nos municípios brasileiros para posterior disponibilização dos dados em plataforma virtual. O projeto prevê como próxima etapa a definição de indicadores de eficiência e efetividade dos sistemas de mobilidade nos municípios, a serem produzidos com os dados coletados pelo Sistema.

Indicadores para monitoramento e avaliação da efetividade da Política Nacional de Mobilidade Urbana

A Semob instituiu um Grupo de Trabalho para seleção de indicadores de efetividade da Política Nacional de Mobilidade Urbana. Como resultado deste trabalho foi definida uma lista preliminar de 34 indicadores que devem ser monitorados a fim de avaliar a implantação da PNMU. O Relatório “Indicadores de efetividade da Política Nacional de Mobilidade Urbana” esclarece o método utilizado e os resultados alcançados até o momento.

Fim do conteúdo da página